Início História Parceiros Produtos Contato   Fotos   Nosso Blog Edital

Identificação

Cooperativa de Produção da Região do Piemonte da Diamantina
Fundação: 02/05/2005
CNPJ: 07.587.853/0001-10 Inc. Estadual: 67.841.070 NO

Endereço:

Rua: Avenida Airton Senna, nº 731-A Bairro São Luiz
Município: CAPIM GROSSO – BA - BRASIL Cep.: 44 695-000
Fone: (74) 3651-0225 e (77) 9199-8569
Endereço eletrônico: www.coopes.org.br e blog.coopes.org.br
E-mail:
suporte@coopes.org.br
coopesvendas@hotmail.com
naidemell@hotmail.com

Representante Comercial

Nome: Josenaide de Souza Alves
End.: Rua Angelita Queiroz, nº 180 - Bairro José Mendes Queiroz
Município: CAPIM GROSSO - Cep.: 44 695-000
Fone: (74) 3651 0225 e (74) 9199 8569
E-mail: naidemell@hotmail.com

HISTÓRICO:

Cooperativa de Produção da Região do Piemonte da Diamantina – COOPES foi fundada no dia 02 de maio de 2005, pelos produtores e produtoras da região.São produtores da Agricultura Familiar que se juntaram na defesa dos seus interesses econômicos e sociais e para libertar-se do comércio intermediarista. Em 2005 e 2006, iniciando suas atividades a Cooperativa teve como meta a melhoria da qualidade dos seus produtos; a divulgação e a inserção no Mercado.

Mesmo antes da Fundação da Cooperativa e através do Projeto Conviver (Projeto de Extensão da Escola Família Agrícola de Jaboticaba/Quixabeira Ba), a produtora Josenaide de Souza Alves, juntamente com outras mulheres da zona rural, iniciaram as pesquisas e experiências com o licuri para a produção de alimentos. Em outubro de 2004 participaram do evento Terra Madre, da Slow Food em Turim – Itália, representando AS COMUIDADES DO ALIMENTO, apresentando o Licuri como alimento saudável e com risco de extinção, inclusive a equipe (Josenaide Souza Alves, Robenol Silva Araujo, Silvia Paródi e Ivanete Silva Araújo) deu de presente ao presidente da Província de Genova – Itália, esse coquinho gostoso que só a caatinga brasileira produz e foi um verdadeiro sucesso. A COOPES participou de todas as seis edições do Terra Madre em Turim/Itália e duas no Brasil. Em 2016 também participou do Salone Del Guste comercializando os produtos: Licuri torrado com sal, Licuri torrado sem Sal, Azeite, Cocada, Fufu e Granola.

A filiação na UNICAFES - União Nacional das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária - ampliou o universo e intercâmbios da Coopes junto às outras Cooperativas da Bahia e Brasil. E com a parceria da CONAB – Companhia Nacional de Abastecimento da Bahia – em 2006, e do CAE – Conselho de Alimentação Escolar, Prefeitura de Capim Grosso, neste mesmo ano, as Produtoras e Produtores ficaram motivados a produzir e comercializar os seus produtos através da Cooperativa. A participação em Feiras e Exposições; as reuniões sobre Cooperativismo; as visitas de intercâmbio fizeram com que a Coopes se inserisse no mundo da Produção Familiar e Economia Solidária; do Mercado Justo e Solidário; da Produção Orgânica; da Associação Slow Food / Itália / Brasil e da Rede Terra Madre. Em 2007, além da busca em vista do alcance dos seus objetivos a Coopes participou de Feiras e Rodadas de Negócios; fez uma pesquisa sobre os valores nutricionais do licuri, com a participação do professor Mauro e professora Generosa Ribeiro, da UESB de Vitória da Conquista; fortaleceu e lançou no mercado a nova produção da cocada e do licuri torrado e inscreveu o LICURI na Arca do Gosto da Associação Sloow Food / Itália / Brasil, fato que incentivou a produção e motivou para realização das FESTAS DO LICURI na região, com o objetivo de resgatar a cultura regional, preservar, replantar os licurizeiros e divulgar a proposta de Lei municipal e Estadual de preservação do Licuri. ´

A proposta de lei foi elaborada juntamente com o professor Aurélio, do IF Baiano, da Reitoria de Salvador. Os municípios de Mairi, Capim Grosso e Quixabeira já aprovaram a Lei. No dia 12 de julho de 2016, a Coopes promoveu a IX Festa Regional do Licuri. Cada Ano a Festa é realizada em um município da região. Em 2008 e 2009 a produção de derivados do Licuri foi destaque em várias Feiras e Eventos em todo o Brasil como: FENEARTE-Recife, FENAFRA-Rio de Janeiro, BAHIA GOUMERT-Salvador, ExpoSustentat-São Paulo, FENAGRO-Salvador e FECAGRO em Capim Grosso/Bahia. O Licuri também foi matéria em Revistas e Jornais, inclusive no Jornal de São Paulo, dia 15 de outubro de 2009, pois foi lançado no cardápio da gastronomia Goumert e foi aprovado na ARCA DO GOSTO da Slow Food, fato que motivou a comercialização em São Paulo e Rio de Janeiro, Salvador e Brasília. Foi muito apreciado por Chefes de Cozinha, para ser utilizado na gastronomia goumert. Em fevereiro de 2011, com o apoio da Coopes, a Slow Food oficializou o Convívium do Licuri em Capim Grosso. Em 2014, o licuri foi aprovado como um Produto da FORTALEZA da Slow Food. Em 2015, foi criada a Fortaleza da Madaçaia, com objetivo de incentivar a criação das abelhas nativas do Brasil. Em outubro de 2016, um produtor apresentou o licuri torrado e o mel da abelha nativa mandaçaia no evento Terra Madre em Turim/Itália e Salone Del Guste para ser degustado e comercializado. Até o momento, as mulheres fornecem para COOPES, mais de cinco toneladas de licuri quebrados na pedra. Com o apoio do Projeto Adapta Sertão, foram realizados várias capacitações e adquiridas máquinas quebradeiras de licuri, despolpadeira, despeladeira e de extração de óleo, com objetivo de aumentar e melhorar a produção. A parceria com entidades afins, como AGENDA, Slow Food, IF BAIANO, UESB, CRASA,CONAB, etc, faz com que a COOPES cresça sempre mais, apesar das limitações.

Missão:

Ser uma Referência de Comercialização Justa e Solidária no Semiárido baiano.

Visão:

Acreditamos que:
a) Todos têm direito a uma Vida Digna fundamentada nos princípios cristãos da Liberdade, da Justiça e da Fraternidade;
b) ) A Agricultura Familiar é uma forte estratégia de Desenvolvimento Sustentável;
c) A Responsabilidade Social dos diversos grupos e nações se expressa numa Economia Justa e Solidária.

Objetivo:

Defender os interesses econômicos dos seus associados por meio de ajuda mútua, libertando-os do comércio intermediarista. Viabilizar alternativas de inserção do pequeno produtor no Mercado Local, Regional, Nacional e Internacional, respeitando os princípios da Economia Solidária.

A forma de organização:

A Cooperativa de Produção da Região do Piemonte da Diamantina se organiza da mesma forma que as demais: uma Assembléia Geral, uma Diretoria, um Conselho Fiscal e uma equipe administrativa que atende diariamente em sua sede.

Assembléia Geral:

Formada por todos os Cooperados em pleno gozo dos seus direitos.

Diretoria:

3 membros efetivos.

Conselho Fiscal:

3 membros efetivos e 3 Suplentes.

Equipe administrativa:

1 técnico, 3 produtoras na produção e 3 no escritório e vendas.

Operacionalização:

A Coopes comercializa os seus produtos na própria sede em Capim Grosso; em Salvador, em entidades religiosas, em Convênios com a Conab e Prefeituras - PENAE, em Feiras e Eventos Nacionais e Internacionais promovidos por Entidades Parceiras.

Produtos comercializados na Coopes

Alimento:
Biscoito, polpa de frutas, leite de soja, mel de abelha Apis e sem ferrão, doces e geléias de frutas, licor, galinha caipira e ovos, queijo e leite de cabra, beiju, tapioca, Licuri torrado - doce e salgado, Cocada e óleo de licuri, hortaliçasi.

Artesanatos e trabalhos manuais:
Bordados, bijuterias de sementes, pintura, biscuit, trabalhos com palha e sisal, bolsa de sisal, suportes, trabalho em couro, madeira, sisal e papel, esculturas.

Confecções:
Roupas, conjuntos para cozinha e banheiro, tapetes, roupas de cama, mesa e banho.

Equipamentos:
Balança de cozinha, forno para biscoito, material de apicultura.

Insumos:
Tapioca doce e fermentada, margarina, farinha de trigo, amido de milho, embalagens diversas.

Ração:
De mandioca e torta de licuri.